As variações hormonais e as alterações físicas e metabólicas que acontecem na gravidez afetam o corpo da mulher de várias maneiras, e podem afetar também seus olhos. Algumas mudanças e incômodos nos olhos são totalmente normais e não são motivo para se preocupar. Já outros distúrbios oculares, apesar de comuns, merecem mais atenção e cuidado, por serem possíveis sintomas de pré-eclampsia ou diabetes gestacional.

A maior concentração de hormônios femininos e a consequente diminuição de lubrificação da córnea podem fazer com que os olhos da gestante fiquem mais secos e sensíveis. Se você estiver grávida, é possível que sinta ardor e tenha a sensação de corpo estranho nos olhos. A secura nos olhos também causa maior sensibilidade à luz. Esse problema é facilmente resolvido com lágrimas artificiais – mas não use nenhum medicamento nos olhos sem consultar seu médico, porque nem todos os colírios são seguros para grávidas.

Eventualmente, a retenção de líquido e o aumento de peso típicos da gravidez causam espessamento e alteração na curvatura da córnea ou do cristalino, o que pode resultar em aumento ou diminuição da graduação dos óculos ou lentes, especialmente para quem tem miopia ou astigmatismo. Dores de cabeça constantes podem, inclusive, ser sintoma dessa piora passageira da visão. Se o aumento de grau for muito grande, é possível que essa alteração seja percebida como visão levemente embaçada por causa da perda de nitidez.

A visão embaçada, por si só, já pode ser sinal para preocupação. Mas é imprescindível comunicar seu médico caso o embaçamento da visão venha acompanhado de:

– pontos pretos ou brilhantes

– flashes, halos de luz e manchas coloridas

– inchaço nas mãos, pés, rosto ou nos olhos

– dor de cabeça persistente

A parceria com seu médico é a melhor atitude.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *